Widget Image
Widget Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim

Assine a nossa newsletter

[contact-form-7 404 "Not Found"]

“Sapato Bicolor” – cumpre nova temporada no La Movida

“Manobras de McBurney Feliz!” e “O Amor Só é Bom se Doer?” também estão em cartaz no espaço nesta semana
Por Redação Feira Cultural

A partir de quarta-feira (11), o La Movida recebe em sua programação um grande sucesso de público da primeira temporada do espaço, em 2017. “Sapato Bicolor”, com Fabiano Persi, estará na programação juntamente com as micropeças “Manobras de McBurney Feliz!”, com Gu Freitas, e “O Amor Só é Bom se Doer?”, com Victor Martins (Salvador – BA). As três produções abordam temas relacionados a preconceitos.

“Sapato Bicolor”, com muita musicalidade e irreverência lança luz sobre a realidade de um personagem negro da periferia e que, apesar de todas as dificuldades, consegue encontrar na Soul Music alívio para seus dias. “Manobras de McBurney Feliz!” questiona os padrões estéticos de nossa sociedade e faz uma crítica direta à gordofobia. Já “O Amor Só é Bom se Doer?” conta a história de um amor homossexual que é vítima de um crime de ódio.

Os espetáculos ficam em cartaz até sábado (14) e são apresentadas três vezes na noite, a partir de 20h, e o La Movida funciona de quarta a sábado, sempre a partir de 18h. A entrada no espaço é gratuita. Para as peças, os ingressos são vendidos na bilheteria do local e custam R$ 10.

LEIA MAIS:
Micropeças que abordam preconceitos e curta metragem integram programação do La Movida

A micropeça “Sapato Bicolor” é baseada no universo da Soul Music em Belo Horizonte, sobretudo na influência do histórico “Baile da Saudade”, que tem sua trajetória dividida entre casas de shows mais centrais de BH e da região de Venda Nova, onde construiu sua história mais popularmente. A partir da cultura da periferia que, desde os anos 1970, recebe esse tipo de baile fomentando, não só com a cultura popular das danças dos passinhos e as músicas do James Brown, por exemplo, na localidade, mas também a relação de memória cultural, estampada nos figurinos e maquiagem dos organizadores e frequentadores desses bailes que buscam reconstruir a “década da discoteca”.

A fim de poder contribuir com esse Movimento e fazê-lo resistir cada vez mais, a micropeça traz como protagonista um negro, pobre, morador da periferia, imbuído de cultura e perseverança. James, o personagem, se intitula um homem privilegiado por vivenciar nos bailes, momentos de intensa alegria compartilhada com seus amigos e companheiros do Movimento Soul, da dança e da Black Music.

Crédito da imagem em destaque:Aurélio Prates

La Movida Microteatro Bar
Endereço:
Rua Marechal Deodoro, 308 – Floresta
Entrada gratuita para o bar (ingressos a R$ 10 para as peças)
Informações: (31) 3504-9424