Widget Image
Widget Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim

Assine a nossa newsletter

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Festival em Diamantina celebra as Histórias do povo brasileiro e homenageia Darcy Ribeiro

Quinta edição será realizada de 2 a 5 de outubro
Por Redação Feira Cultural

Histórias do povo brasileiro. Este é o eixo temático da quinta edição do Festival de História que oferecerá em Diamantina (MG) entre 2 e 5 de outubro, uma programação inédita de reflexões, debates, oficinas, cursos, prosas com autores e atividades artísticas com foco na diversidade da formação histórica e cultural da sociedade brasileira.

Inspiradas na obra de Darcy Ribeiro, as dez mesas de debates do 5º fHist resgatam o processo de formação do povo brasileiro, abordando temas como Visões do passado: migrações pré-colombianas; o Brasil Indígena; História da Escravidão; o Brasil das Mulheres; Imagem e a representação do povo negro na História; e DNA das migrações na História da Alimentação no Brasil.

Entre os conferencistas confirmados, destacam-se historiadores como Mary Del Priori, Daniel Aarão Reis, Bruno Leal, Antônio Carlos de Souza Lima, Roberto Araújo e Icles Rodrigues; os líderes indígenas Marcos Terena e Ayra Tupinambá; os jornalistas Laurentino Gomes, Eric Nepomuceno, Adriana Negreiros e Chico Oliveira; o arqueólogo André Strauss; o geneticista Fabrício Santos; e o fotógrafo Eustáquio Neves, entre outros.

Pela primeira vez, o Festival de História contará com um evento acadêmico que receberá produções de pesquisas historiográficas para difusão a um público mais amplo, em uma jornada de troca de saberes e de construção de formatos de aproximação e publicização do conhecimento histórico. Organizado em conjunto com o curso de História da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), o 1º Seminário Nacional do fHist apresentará trabalhos acadêmicos que dialogam com o eixo temático Histórias do povo brasileiro.

Para comemorar os 20 anos de inscrição do centro histórico da cidade na seleta lista da UNESCO de bens culturais mundiais, o fHist e a Prefeitura de Diamantina promoverão também um concurso de desenho e produção escrita voltado para os alunos da rede de ensino fundamental e médio. Os melhores trabalhos que responderem a pergunta “Por que Diamantina é Patrimônio Cultural da Humanidade?” serão premiados durante o Festival.

Crédito da imagem em destaque: Divulgação /Prefeitura de Diamantina

Saiba mais em
festivaldehistoria.com.br