Widget Image
Widget Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim

Assine a nossa newsletter

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Palácio da Liberdade amplia dias de visitação

Visitas escolares serão feitas às quartas e quintas-feiras, e o público em geral será recebido aos sábados e domingos
Por Redação Feira Cultural

O Palácio da Liberdade é uma das edificações mais representativas de Minas Gerais. Além de ser a sede do poder executivo, é um ícone simbólico, arquitetônico e artístico do estado. Desde o último sábado (17), o calendário de visitação pública ao Palácio da Liberdade foi ampliado. A comunidade escolar, os turistas e os belo-horizontinos poderão contar com mais dois dias por semana para conhecer a histórica sede do Governo, que, desde dezembro de 2018, abriga novo projeto museográfico.

O Palácio da Liberdade foi reaberto à visitação pública em dezembro de 2018. Com a ampliação do calendário de visitação, o Palácio da Liberdade ficará de portas abertas aos sábados e domingos, das 10h às 16h, para receber a visitação pública, mediante a retirada de ingressos gratuitos neste link. Às quartas e quintas-feiras, o Palácio da Liberdade estará preparado para receber a visitação escolar. Os ingressos estão disponíveis aqui.

O programa educativo já capacitou mais de 200 professores, em sua maioria, de escolas estaduais. A capacitação dos professores é condição para a realização da visita escolar. Nele, são realizados momentos de conversa e reflexão sobre o patrimônio cultural e as possibilidades de temas que podem ser explorados a partir do Palácio da Liberdade. O objetivo é garantir que a visitação escolar não seja apenas um momento isolado, mas uma oportunidade de discussão sobre educação para a preservação desse e de outros bens culturais protegidos, bem como sobre a sociedade em que vivemos.

O Palácio da Liberdade é o principal elemento articulador do Conjunto Arquitetônico da Praça da Liberdade, protegido como patrimônio cultural do estado em 1975. Concebido como residência oficial e sede do governo do estado no projeto da Nova Capital de Minas Gerais, o Palácio representa as características da arquitetura eclética proposta, em fins do século XIX, para a nova cidade. Projetado por José de Magalhães, o Palácio da Liberdade mescla, na composição das fachadas e volume, elementos do classicismo romântico francês e incorpora elementos artísticos com referências neobarrocas e neorenascentistas italianas.

Também compõe o tombamento estadual, o conjunto do mobiliário de época e os jardins, com elementos remanescentes do paisagismo original, como a fonte, quiosque e orquidário. Os jardins do Palácio da Liberdade, originalmente sem o fechamento com grades, integravam toda a sede do governo à Praça da Liberdade, que, por sua vez, propiciava a articulação com as secretarias de estado e com a população.

Crédito da imagem em destaque: Acervo APPA /Divulgação

Mais informações:
3224-1919 | appa.art.br