Widget Image
Widget Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim

Assine a nossa newsletter

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Primavera Literária transforma BH na capital dos livros

4ª edição do evento acontece no CCBB entre 15 e 18 de agosto, reunindo autores e editoras; Programação cultural terá batalha de slam, contação de histórias e debates
Por Redação Feira Cultural

Em agosto, Belo Horizonte será a capital dos livros. Isso por conta da 4ª edição da Primavera Literária, uma das principais iniciativas voltadas para o fomento à produção literária e ao hábito da leitura, que ocupa o CCBB a partir de quarta-feira (15), com entrada gratuita.

Nívea Sabino é uma das convidadas da 4ª edição do evento © Pablo Bernardo

O evento se desdobra entre a programação cultural e uma feira literária com diversos autores e mais de 40 editoras. Batalha de slam, contação de histórias, debates, oficinas e seminários dão o tom das atividades, que serão realizadas até domingo (18).

Entre os destaques, estão as participações do escritor Ricardo Lísias (SP) e da poeta Ana Martins Marques (MG) em mesas de debate, oficina com Anna Cunha (MG), além de nomes da efervescente cena de slam e rap de BH como da poeta Nívea Sabino e dos rappers Douglas Din e Roger Deff.

Realizada em Belo Horizonte pela Liga Brasileira de Letras (Libre) desde 2015, a Primavera Literária que neste ano realiza a sua 19ª edição no Rio de Janeiro, começou em 2001 na capital carioca fruto da demanda de editoras pequenas que não se viam atendidas pelos grandes eventos literários e não tinham espaço nas livrarias.

“Um dos objetivos do evento é mostrar toda a bibliodiversidade que as editoras independentes promovem por meio de seu trabalho.”, explica Raquel Menezes, presidente da Libre. “No Rio, neste ano, de 3 a 6 de outubro, chegamos à 19a edição. Por ano, são cerca de 100 editoras e algo em torno de 200 nomes na programação. Já recebemos participantes como Conceição Evaristo, Roger Chatier, Martinho da Vila e Xico Sá”, detalha.

ACESSE A PROGRAMAÇÃO COMPLETA DA
“IV PRIMAVERA LITERÁRIA DE BELO HORIZONTE”

Segundo Menezes, a ideia de propagar a Primavera Literária para BH, Salvador e São Paulo parte da luta para que o mercado seja equânime para todos os agentes. “BH tem uma cena cultural efervescente. Todas as vezes que visito a cidade, seja a trabalho ou a lazer, percebo isso. E não poderia ser diferente na cena literária”, destaca. “Há trabalhos editoriais lindíssimos, como os realizados pelas editoras Aletria, Mazza, Autêntica e a novíssima, e não menos talentosa, Quintal Edições”.

Ana Martins Marques também participa desta edição © Rodrigo Valente

A presidente da Libre ressalta que a programação da IV Primavera Literária é voltada para o público em geral e não apenas para envolvidos no metiê das letras. “A programação contempla mesas sobre o mercado, atividades infantis, um seminário para professores e mesas para o público em geral. A ideia é manter em BH o espírito agregador e a diversidade de gêneros, raças e idades”, diz Menezes.

“Destaco a mesa sobre ficção, com o escritor Ricardo Lísias; a mesa ‘Literatura: Para Que Serve?’, com participação da escritora Ana Martins Marques; os seminários para o mercado editorial e para educadores que realizaremos na quinta e sexta respectivamente, além de uma programação de contação de histórias para crianças cuja curadoria é da grande contadora de histórias Rosana Mont´Alverne”.

Para Menezes, o evento é uma forma de fomentar a produção literária de maneira democrática, somando forças ao mercado independente e formando diferentes públicos. “Acredito que as bandeiras da bibliodiversidade e da equidade no mercado funcionam, respectiva e consonantemente, como célula nodal para fomentar o hábito de leitura. Ou, seja, formar o leitor, mas também como um propulsor e fomentador da indústria do livro”, finaliza, ressaltando que toda a programação do evento é acessível em Libras.

Libre
A Liga Brasileira de Editoras (Libre) é uma rede de editoras independentes que trabalham cooperativamente pelo fortalecimento de seus negócios, do mercado editorial e da bibliodiversidade. É uma associação de interesse público, sem fins lucrativos, filiação político-partidária, livre e independente de órgãos públicos e governamentais.

A Libre tem por missão preservar a bibliodiversidade no mercado editorial brasileiro por meio do fortalecimento do negócio da edição independente e constitui-se como uma rede de editores colaborativos em busca de reflexão e ação para a ampliação do público leitor, do fortalecimento das empresas editoriais independentes, e da criação de políticas públicas em favor do livro e da leitura.

Serviço:
IV Primavera Literária de Belo Horizonte
Data:
15/8 a 18/8
Horário: das 10h às 20h
Local: CCBB
Endereço: Praça da Liberdade, 450 – Funcionários
Entrada gratuita
Informações:
(31) 3431-9400 | libre.org.br