Widget Image
Widget Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim

Assine a nossa newsletter

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Escola de Artes Visuais do Cefart oferece curso baseado em exposição de Wilson Baptista

Atividade gratuita será realizada de 27 a 29 de março e visa aprimorar a percepção dos participantes em relação ao cenário urbano do centro de BH
Por Redação Feira Cultural

Em diálogo com a exposição Wilson Baptista: Urbano Fotográfico, a Fundação Clóvis Salgado realiza, por meio da Escola de Artes Visuais do Centro de Formação Artística e Tecnológica – Cefart, o curso Olhar a Cidade. A atividade é gratuita e propõe uma investigação do olhar sobre o espaço urbano como forma de estimular a percepção das dimensões estéticas e as histórias da cidade.

Ministrado pelo coordenador da Escola de Artes Visuais, Lucas Amorim, o curso será realizado de 27 a 29 de março (quarta a sexta). As inscrições também são gratuitas e podem ser realizadas neste link até 21 de março (quinta-feira). O edital está disponível aqui. O curso acontece das 14h às 17h e tem carga horária total de 10h. O resultado será divulgado às 18h de 22 de março, no site da FCS.

Os participantes utilizarão os próprios telefones celulares ou câmeras fotográficas para registrar imagens de um percurso pré-determinado, que fica entre a CâmeraSete – Casa da Fotografia de Minas Gerais, e o Palácio das Artes. Segundo Lucas Amorim, essa atividade está baseada na metodologia da deriva, em que os participantes são estimulados a desenvolver a sensibilidade do olhar ao percorrer o próprio trajeto, pontuando sensações, percepções e observações ao longo do caminho.

“Ao ter a exposição Wilson Baptista: Urbano Fotográfico como ponto de partida, os participantes serão estimulados a pensar o espaço público como lugar de diferentes linguagens e manifestações e a perceber as transformações urbanas, arquitetônicas e sociais que ainda ocorrem no centro da cidade”, destaca Lucas Amorim.

No último encontro, o resultado das imagens e das percepções será compartilhado entre os participantes. A atividade será acompanhada por Carol Cafiero, bolsista do Programa de Residências para Pesquisas Artísticas da Fundação Clóvis Salgado, que desenvolve uma interlocução da fotografia como forma de se apropriar e repensar o espaço urbano.

LEIA MAIS:
Exposição de Wilson Baptista apresenta narrativa fotográfica
das transformações no centro de BH

 

Crédito da imagem em destaque: Paulo Lacerda /FCS