Widget Image
Widget Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim

Assine a nossa newsletter

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Mostra “Edital BDMG Cultural/FCS” faz retrospectiva das últimas cinco edições do prêmio

Exibições no Cine Humberto Mauro reúnem 20 curtas-metragens produzidos com recursos destinados do edital; Programação traz, ainda, curso de produção e planejamento de filmes de baixo-orçamento e exibição no Aglomerado da Serra
Por Redação Feira Cultural

A Fundação Clóvis Salgado, em parceria com o BDMG Cultural, exibirá os vinte curtas vencedores das edições anteriores do Prêmio BDMG Cultural / FCS de Estímulo ao Curta-Metragem de Baixo Orçamento. A partir de terça-feira (19), o Cine Humberto Mauro recebe a mostra “Edital BDMG Cultural/FCS”, que fica em cartaz até quinta-feira (21), com entrada gratuita. A mostra conta, também, com duas exibições seguidas de bate-papo com os diretores contemplados pela última edição do edital, uma delas no Cine Humberto Mauro, e a segunda no encerramento da mostra no Aglomerado da Serra.

“Abdução” será exibido no Aglomerado da Serra

Abdução, de Marcelo Lin, foi gravado no local e será exibido juntamente dos outros curtas vencedores da edição de 2018. A sessão especial acontece na sexta-feira (22), na Rua Servantes, na altura do número 334. A entrada também é gratuita.

A mostra traz um panorama do que foi produzido nas últimas cinco edições do prêmio, e, em conjunto, o público e os futuros inscritos terão a oportunidade de rever os curtas e estabelecer uma reflexão sobre a história do edital.

Na programação, destacam-se três curtas-metragens da produtora Filmes de Plástico, da cidade de Contagem. Quintal (2014), que acompanha o dia de um casal de idosos na periferia, Constelações (2015), em que um brasileiro e uma dinamarquesa embarcam em uma jornada sem que nenhum dos dois fale a língua do outro, e Rapsódia Para o Homem Negro (2014), que acompanha Odé, um homem negro cujo irmão foi espancado até a morte durante um conflito numa ocupação em Belo Horizonte.

Desde 2014 o prêmio busca estimular a produção cinematográfica de realizadores mineiros por meio de ferramentas tecnológicas de produção de baixo custo e fácil acesso. Segundo Bruno Hilario, da gerência do Cine Humberto Mauro, o objetivo é que o edital seja um impulso para as pessoas que estão vivenciando suas primeiras experiências na produção audiovisual em Minas Gerais.

“Esse prêmio é muito importante porque funciona como uma vitrine do trabalho audiovisual, principalmente para os cineastas estreantes. Chegamos à quinta edição com curtas que se destacaram e foram exibidos em festivais importantes fora do país, demonstrando que o edital é um mecanismo de potencialização do cinema mineiro”, comenta Hilario.

Também é destaque Plano Controle (2016), em que num contexto político distópico, Marcela tenta usar o serviço de teletransporte de seu celular para deixar o país, mas enfrenta limitações devido ao seu plano controle. Clique aqui e acesse a programação completa da mostra.

Curso de capacitação – Para fomentar a produção independente mineira e capacitar os iniciantes no processo de construção de obras cinematográficas, a FCS, em parceria com o BDMG Cultural, realizará um curso gratuito de Produção e Planejamento em Filmes de Baixo Orçamento no Cine Humberto Mauro, com carga horária de seis horas divididas entre de 19 a 21 de fevereiro. As inscrições podem ser feitas neste link.

Segundo o professor Matheus Antunes, o curso busca não apenas trabalhar os diversos campos de pensamento estrutural de uma obra fílmica, seja através da criação de planos financeiros, orçamentos e cronogramas, como também analisar os impactos desses planejamentos no dia-a-dia de um set de filmagem.

“Planejar um filme desde a concepção da ideia até o seu lançamento não é um caminho livre de obstáculos e interferências. No entanto, ao longo do processo de construção de uma obra cinematográfica é possível permitir que novas ideias e possibilidades sejam assimiladas ao nosso trabalho, sem deixar que o planejamento inicial seja totalmente perdido ou abandonado”, explica.

Imagem em destaque: A Cura do Rio, de Mariana Fagundes (2017) © Divulgação /Cine Humberto Mauro

Serviço:
Mostra “Edital BDMG Cultural/FCS”
Data:
19/2 a 21/2
Local: Cine Humberto Mauro
Endereço: Av. Afonso Pena, 1.537 – Centro
Entrada gratuita
Informações:
(31) 3236-7400 | fcs.mg.gov.br