Widget Image
Widget Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim

Assine a nossa newsletter

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Arquitetura de BH inspira a produção de máscaras e adereços de carnaval

“Ateliê Aberto de Carnaval: A cidade é nossa!”, na Casa Fiat de Cultura, acontece até 24 de fevereiro com entrada gratuita
Por Redação Feira Cultural

Monumentos que ilustram os cartões postais de Belo Horizonte também farão parte do Carnaval deste ano. A Casa Fiat de Cultura convida o público para participar do “Ateliê Aberto de Carnaval: A cidade é nossa!” até 24 de fevereiro (domingo). Para compor a fantasia dos foliões, o Programa Educativo propõe a confecção de máscaras e adereços inspirados na arquitetura da capital mineira.

Atividades gratuitas podem ser feitas por adultos e crianças © Francyne Perácio

O Ateliê funcionará aos sábados e domingos, das 10h30 às 12h para crianças de até 11 anos (acompanhadas pelo responsável) e das 14h às 17h30 para jovens e adultos. São 15 vagas por horário, incluindo os acompanhantes. Não é necessária inscrição, e a entrada é gratuita.

As curvas, linhas e rococós de espaços e equipamentos presentes na memória de quem vive e visita Belo Horizonte serão representados nos acessórios. As edificações de referência serão: Pirulito da Praça Sete, edifício Rainha da Sucata, Viaduto Santa Tereza, Igrejinha da Pampulha e Palácio da Liberdade.

O Ateliê Aberto de Carnaval pretende também sensibilizar as pessoas quanto à valorização e preservação desses equipamentos históricos, oferecendo ao público a oportunidade de exibi-los de forma criativa. Para desenvolver os adereços, será utilizada a técnica quilling ou filigrana de papel – rolinhos feitos a partir de papel filetado.

A proposta do Ateliê de Carnaval é pensar os elementos arquitetônicos de Belo Horizonte, símbolos da paisagem urbana, como alegorias da própria cidade. Nos últimos anos, o carnaval na capital mineira tem se consolidado como um dos maiores do Brasil e apresenta, como um dos principais aspectos, a ocupação de espaços urbanos por meio dos blocos de rua.

O Ateliê, então, dialoga com essa nova proposta e sugere que essas referências transbordem os limites da memória e se materializem em objetos que vão desfilar pelas ruas, acompanhando os foliões nos blocos, cortejos e rodas de samba até a quarta-feira chegar.

Crédito da imagem em destaque: Francyne Perácio

Casa Fiat de Cultura
Endereço:
Praça da Liberdade, 10 – Funcionários
Mais informações: (31) 3289-8900 | casafiatdecultura.com.br

.