Widget Image
Widget Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim

Assine a nossa newsletter

[contact-form-7 404 "Not Found"]

#COLUNADODIAN

No mar desse universo, me lanço
Me pego viola, manso, música
Na canoa que se lança sob matéria escura
Sob vida que passa na terra, mas, no espaço, dura

Meu dedo risca a viola, corda
O som ecoa sob os corpos celestes
Acordam existências imensas, inertes
Nostálgicas, saudosas, famintas por arte e perfume das rosas
Dizendo que a música trouxeram-nas de volta a vida

Irradiaram-se em brilho
E riscaram o céu

Cessei meu tocar

Parti a remar a canoa pra sair dali
Não poderia acordar quem em suma, adormecera um existir,
Muito menos despertar a vontade de viver, de brilhar

Pois no viver a poesia é singular,
Que passa rápido
Ou devagar
Que te leva pro espaço e lá
Tua existência ficará pendente
Até a chegada do canoeiro da música
Pra acordar a chuva de estrelas cadentes…

O CANOEIRO DAS ESTRELAS

 

Dian Pinheiro /Acervo pessoal

 

Siga o Dian no Instagram