Widget Image
Widget Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim

Assine a nossa newsletter

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Primeira edição do “Festival Baixa Gastronomia” começa nesta sexta-feira em Belo Horizonte

Na programação, 20 estabelecimentos, de todas as regiões da cidade, participam do circuito, que tem como objetivo valorizar a gastronomia popular da capital; Os pratos custam de R$ 4,00 a R$ 22,00
Por Redação Feira Cultural

O tradicional Caldo de Mocotó do Nonô é uma das opções © Fábio Gruppi

Um circuito que une clássicos da gastronomia popular. De pastel a caldo de mocotó, de churrasquinho a cachorro-quente, passando por angu a baiana, pé de porco, espaguete à bolonhesa, feijão tropeiro, torresmo e coxinha de frango, entre outras delícias presentes no cotidiano de milhões e milhões de brasileiros. Assim será a primeira edição do Festival Baixa Gastronomia, que começa na sexta-feira (23), e que conta com 20 estabelecimentos participantes, que representam as nove regiões de Belo Horizonte.

Durante os próximos 30 dias, o público terá à disposição um roteiro criado com todo o cuidado para agradar a quem gosta de comer bem sem pagar muito por isso. Entre os participantes há botequins, lanchonetes e restaurantes, além de pastelaria, mercearia e até um carrinho de comida de rua. Também tem um boteco japonês. Com preços populares, os pratos indicados custam de R$ 4,00 (pãozinho de batata recheado com queijo canastra) a R$ 22,00 (feijão tropeiro completo). Para se ter uma ideia, entre as 20 sugestões, metade delas sai por até R$ 10,00.

CONFIRA A RELAÇÃO COMPLETA DOS PARTICIPANTES DO
“1º FESTIVAL BAIXA GASTRONOMIA”

Idealizado pelo jornalista gastronômico Daniel Neto, o Nenel, e realizado em parceria com a produtora cultural Híbrido.cc, o evento não tem pretensão de apresentar novos pratos ao público. “É justamente o contrário. O que queremos é valorizar preparos do dia-a-dia que fizeram com que estes locais se tornassem referências em seus segmentos. É um caminho anti glamourização da comida. Quando se trata de comida popular, menos é mais”, explica Nenel, que em 2009 criou o blog Baixa Gastronomia e que hoje conta com mais de 80 mil seguidores em sua página no Instagram.

A curadoria ficou por conta do próprio Nenel, que indicou o que mais gosta em cada um dos estabelecimentos, formando um roteiro de dar água na boca não só aos carnívoros, mas também aos vegetarianos, já que quatro opções não contêm proteína animal (pastel vegetariano, sanduíche de falafel, provolone com abacaxi na chapa e o pãozinho de batata). Batizada de Mexidão do Baixa, a festa que reúne os participantes em um só local acontece nos dias 15 e 16 de dezembro, no Villa Albertini, espaço no bairro Santa Tereza que abrigará, durante o final de semana em questão, shows de artistas locais e barraquinhas com as delícias que fazem parte do circuito.

Após a festa de confraternização, o circuito ainda continua por uma semana, até o dia 23 de dezembro, quando se encerra a primeira edição do festival, que não é um concurso, mas uma uma ação para fortalecer a peculiar cena da baixa gastronomia belo-horizontina.

Pé de porco do Bola Bar © Fábio Gruppi

*Crédito da imagem em destaque: Fábio Gruppi

Serviço:
1º Festival Baixa Gastronomia
Período: 23/11 a 23/12
Vários estabelecimentos
Valor: de R$ 4,00 a 22,00