Widget Image
Widget Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim

Assine a nossa newsletter

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Colunistas

Na poesia fluida do rio da vida a semente abruptamente nasce cresce conforme o rio lhe compadece O rio planta a árvore transborda o poema encanta a semente acorda O poema nasce SEMENTE DA POESIA [caption id="attachment_21822" align="aligncenter" width="1145"] Árvore de Rio © Dian Pinheiro /Acervo pessoal[/caption]   Siga o Dian no Instagram

Trouxeram-me riquezas Como se não fossem derivadas de morte Como se a morte lhes trouxesse sorte Como se a veia alheia lhes trouxesse o corte E sangraram Cortaram, ceifaram, findaram Vidas ali vividas Vidas familiares Vidas em uma dor Dor de todos os males Pra economizar, Recusaram-se atualizar Recusaram o respeito Recusaram a

Nem todo sangue sagrado despencando ao chão por uma bala encerra ou cala o caos instaurado nem todo corpo sem vida invalida anos de descaso sob as mãos do Estado nem toda família que chora terá na memória lágrimas de alegria a água que corre no canto do olho está sob a morte por