Widget Image
Widget Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim

Assine a nossa newsletter

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Fabíola Moulin assume a presidência da Fundação Municipal de Cultura

Artista visual, curadora, educadora e gestora cultural assume o lugar de Rômulo Avelar, que ocupava a presidência da FMC desde setembro de 2017
Por Redação Feira Cultural

Fabíola Moulin assume o cargo na quinta-feira (9) © Ricardo Laf /Divulgação PBH

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação Municipal de Cultura, anuncia que a artista visual, curadora, educadora e gestora cultural, Fabíola Moulin, será a nova presidenta da Instituição. Fabíola assume o cargo na quinta-feira (9), na sede da PBH. Ela ocupa, a partir de sexta-feira, o cargo que, até então, era de Rômulo Avelar.

“Recebo este convite com muita alegria, agradecida pelo voto de confiança e certa de que seguiremos firmes com os avanços na potencialização da Fundação Municipal de Cultura em consonância com a Secretaria Municipal de Cultura e com a Prefeitura de Belo Horizonte para a consolidação das políticas públicas com seus programas, projetos e ações, nas suas diversas manifestações culturais e nos territórios da cidade”, comentou Fabíola Moulin, em nota enviada à imprensa.

Em carta entregue à Secretaria Municipal de Cultural, Romulo Avelar, que presida a FMC desde setembro de 2017, apresentou seu pedido de exoneração, alegando razões pessoais e prestando seu apoio à nova gestão de Moulin.

“Deixarei a presidência da FMC para retornar às minhas atividades de docência e consultoria. Quero estar novamente lá na ponta, lidando diretamente com os artistas, grupos e entidades culturais. Este é meu desejo mais genuíno. Nesses 11 meses de gestão, conseguimos uma série de avanços significativos no sentido da reestruturação da Fundação e da redefinição das políticas públicas de cultura no âmbito do Município, de maneira a torná-las mais acessíveis e democráticas e situá-las à altura da pujante cena cultural da cidade”, disse.

A nova presidenta atuou, desde setembro de 2017, como diretora de museus da FMC. Fabíola Moulin esteve ainda como diretora de difusão museológica na Superintendência de Museus da Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais (2004 e 2005), foi coordenadora de artes visuais do Museu de Arte da Pampulha (2007 e 2010), diretora de programação e gerente de artes visuais na Fundação Clóvis Salgado (2010 e 2014). Foi também responsável pela curadoria de diversas exposições e atuou como professora de Arte Contemporânea e História da Arte e Estética.