Widget Image
Widget Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim

Assine a nossa newsletter

[contact-form-7 404 "Not Found"]

#COLUNADODIAN

Se as palavras viessem de encontro a mim,
E se chocassem contra meu corpo,
O que sobraria?

Na melhor das hipóteses, não sobreviveria…

Se viessem elas, a 100 por hora, no momento em que eu fosse embora,
Correndo para encontrá-las,
Livre, sem possuir malas,
O que sobraria?

Na pior das hipóteses, eu não mudaria…

As palavras dilacerariam-me em milhões de pedaços,
Me levariam rapidamente para o espaço,
Como se eu fora um novo Messias…

As palavras do Messias rondam por aí. E ele?
Revira-se no túmulo com essa loucura?
Deixou em alguém o dom da cura?
Ou apenas contempla o paraíso da “não existência”?

E as palavras que me explodiram?
Seriam do Salvador do mundo?
Seria do profundo carma que contemplo?
Deveria, eu, abrir um novo templo?
Ou posso amar, tudo aquilo que vier me encontrar?

E se as palavras que me elevaram e mataram-me, nasceram de minha própria boca?
Se a esperança que guardo dentro de um quartel de segurança máxima ficasse louca?
E não ligasse se por ventura, eu amasse viver em loucura…
E se essas palavras me elevassem pra que eu viva essa insensatez?
Talvez seria mais belo que as leis, antigas leis, que se submetem vocês…

Mas quem sou eu para julgar…

Parto, então, de encontro ao mar,
Que me é proporcional,
A esse bicho anormal,
Que viera a me tornar…

RESSURREIÇÃO DA MINHA VISÃO

#21, ilustração de Thamiris Rezende

Siga o Dian no Instagram
Siga a Thamiris no Instagram