Widget Image
Widget Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim

Assine a nossa newsletter

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Com direção de Dudude Herrmann, Cia. Sesc de Dança apresenta “Em algum lugar de mundo”

Nova coreografia celebra os espaços públicos e será apresentada nos dias 18 e 19 de agosto, com entrada gratuita
Por Redação Feira Cultural

Neste mês de agosto, a Cia. Sesc de Dança prepara mais um espetáculo inédito para os fãs da dança. Em algum lugar de mundo, da coreógrafa Dudude Herrmann, é um trabalho concebido para espaços públicos, que tem em sua essência a gratidão a esses locais onde a vida acontece. As apresentações, gratuitas, ocorrem nos dias 18 de agosto, às 10h, na Praça Duque de Caxias, em Santa Tereza; e dia 19 de agosto, às 10h, na Praça JK, no bairro Sion.

Esta construção poética preza pelo espaço da rua, público, comum de todos. Um prolongamento de nossas casas, a rua é sim um lugar efêmero e transitório, onde eventos se sucedem todo o tempo e a vida está em atividade pelo movimento do cotidiano – carros, gente, coisas, sons que nos são reconhecíveis ao se imaginar a vida de uma cidade. Em algum lugar de mundo tem como bússola a ativação da poética do sensível. São seis bailarinos construindo, durante um intervalo de tempo, fragmentos de mundos possíveis e desejos de partilha.

Dudude Herrmann – Artista reconhecida não somente pelo seu trabalho na dança, mas por suas criações inventivas que realizam interseção com diversas outras linguagens artísticas, como o teatro, a performance e a música. Foi premiada diversas vezes como diretora, coreógrafa e intérprete.

Com uma assinatura singular nas artes, adquiriu projeção nacional ao longo de seus 50 anos de carreira, comemorados em 2018. Em 2011 lança seu livro Caderno de Notações – a poética do movimento no espaço de fora e estreia A Projetista, trabalho que tem se apresentado por todo o país, sendo um divisor de águas na trajetória da artista.

Iniciou seus estudos em dança com Marilene Martins, em 1969. Teve como professores de formação Klaus Vianna, Angel Vianna, Denilto Gomes, Fredy Romero, Betina Bellomo, Graciela Figueroa. Trabalhou em diversos grupos e cias da cidade de Belo Horizonte atuando como professora e coreografa. Entre eles o Transforma Grupo Experimental de Dança, Cia Absurda, Companhia do Palácio das Artes, Grupo Primeiro Ato, Meia Ponta Cia de dança entre outros.

No teatro fez assistencia corporal para diversos grupos e montagens, como Grupo Galpão, Oficinão Galpão Cine Horto, Cia Burlantis, Grupo Espanca. Também trabalhou com vários diretores de teatro, como Chico Pelúcio, Julio Maciel, Adyr Assumpção, Eid Ribeiro, Afonso Drumond entre outros.

Novo espetáculo será apresentado nos dias 18 e 19 de agosto, com entrada gratuita © Henrique Chendes

Serviço:
Em algum lugar de mundo – Cia. Sesc de Dança
Data:
18/8 e 19/8
Horário: 10h
Local: dia 18, na Praça Duque de Caxias, Santa Tereza; e dia 19, na Praça JK, Sion
Entrada gratuita
Informações:
(31) 3270-8100 | sescmg.com.br