Widget Image
Widget Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim

Assine a nossa newsletter

[contact-form-7 404 "Not Found"]

#COLUNADODIAN

eu e esse meu existir tão “tocado”,
no sentido de quem toca o gado,
com todas as possibilidades,
com variações da realidade,
do gado estourar, ir pro grotão,
causar dor de cabeça pro peão,
ao desgarrar, uns aqui ou acolá…
reunir,
organizar,
gritar,
marcar,
curar,
levar umas “carreiras”,
a vida não é brincadeira!
correr o delicioso risco, de trazer uma vida recém nascida pro curral,
interferir no amor de mãe, que lhe é visceral…

esse meu existir é antinatural,
instinto animal somando a um inútil racional,
como se eu juntasse as emoções, ou como se as emoções me juntassem,
alterno entre gado e peão,
e as emoções desse coração, insistem em me juntar, quando quero desgarrar…
meu sentimento de liberdade é igual a um gado livre no pasto,
com um cercado vasto,
que limita o ir e vir,
ilusão de liberdade,
de um preso existir…

contudo, me sinto um artista,
daqueles humildes,
que produzem arte,
que encantam a vista,
arte com pingos de amor,
de um existir, que nos dias de hoje, pro coração tem valor,
e que filtra os corações aflitos,
que temem o tempo perdido, não vivendo.
padecendo e ansiando por intensidade e plenitude,
em uma realidade rude,
onde vive o coração, meu, que sentiu e viveu,
o vento que de longe vem,
traz o toque de quem leu,
esses loucos versos meus,
o poeta que “nada” tem…

DO GADO AO ARTISTA

Zoológico, ilustração de Thamiris Rezende

Siga o Dian no Instagram
Siga a Thamiris no Instagram