Widget Image
Widget Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim

Assine a nossa newsletter

[contact-form-7 404 "Not Found"]

#COLUNADODIAN

A mãe que pare sozinha escolhe o melhor lugar,
Um lugar seguro,
Prepara-se um futuro, uma nova e difícil jornada,
A prole bate no chão,

Encarnada!

Assustada, como se o nascer fosse uma explosão
E de fato é!
A mãe lambe a placenta,

Atenta!

Liberta o recém-nascido de qualquer vestígio de milagre
E nessa libertação,
Nasce a realidade
Que má sorte!

E com ela nascem todas as possibilidades, de vivenciar a morte…

(…)

Quando se nasce, a vida e a morte são convidadas pro mesmo evento,
Voltam as atenções para além do tempo,
E decidem se o recém-nascido vive ou morre
Se vier a vida, volta-se para os braços renovados de mãe,

Que jamais será o que era antes,
Jamais haverá no semblante, a capacidade de não ser mais um milagre
Se cria ou não, quem sabe?
Quem é que pode julgar?

O mais legal do acaso,
Que uma nova mãe nascerá,
Seria a avó, a vizinha, a tia ou a desconhecida,
Não foram elas que trouxeram ao mundo,

Mas com elas se aprenderá sobre a vida
São essas que guiarão os primeiros passos,
Com elas nascerá um amor,

Um mar,
Um calor,
Uma Imensidão,
Um vínculo eterno,
A mais linda conexão

(…)

A prole é visada pelos predadores,
Alimento,

Haverá nessa mãe, forças para defender-se desse desalento?

(…)

Mães, escolhidas para serem mais fortes que a própria vida!
“Vários nasceres de uma única mãe”

FELIZ DIA DAS MÃES

 

Mãe, ilustração de Thamris Rezende

Siga o Dian no Instagram
Siga a Thamiris no Instagram