Widget Image
Widget Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim

Assine a nossa newsletter

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Estandelau é o convidado do projeto “Ideografias” no Memorial Minas Gerais

Encontro tem entrada gratuita e será realizado a partir das 10h30
Por Redação Feira Cultural

Artista de formação diversificada e trabalhos em múltiplos formatos, o mineiro Estandelau participa de bate-papo com o público neste sábado (12), sobre o tema A natureza recombinante da ficção. Ele é o convidado da edição de maio do projeto Ideografias, fruto de parceria entre o Memorial Minas Gerais e o IEC PUC Minas. O encontro acontece a partir das 10h30 e tem entrada grauita.

Como base para o bate-papo, serão apresentadas duas exposições individuais de Estandelau: (1) O livro da dúvida – Capítulo 1 – adentrando o falto e (2) Delírios para telas de descanso. “Por meio da análise das duas mostras, as invenções ficcionais constituem um senso de realidade que compõe o peculiar processo criativo do artista.

Processo este composto por estratégias de produção hipertextual, visualidades ordinárias, estruturas narrativas paradoxais, contraditórias e recombinantes”, defendem as curadoras Renata Alencar e Tailze Melo.

O projeto Ideografias é uma parceria entre o Memorial Minas Gerais e o curso de pós-graduação lato sensu Processos Criativos em palavra e imagem, do IEC PUC Minas. Mensalmente, um artista ou realizador contemporâneo é convidado a refletir sobre seu processo criativo, suas principais motivações criativas, temas, diálogos e interações múltiplas para a criação de sua obra.

Para definição dos convidados há a preocupação em contemplar linguagens artísticas diversas, como arte urbana, fotografia, literatura, performance, artes visuais, teatro, entre outros. As conversas são sempre mediadas pelas curadoras do projeto Renata Alencar e Tailze Melo.

CONFIRA DEPOIMENTO DO ARTISTA SOBRE A EXPOSIÇÃO O LIVRO DA DÚVIDA

Natural da cidade de Contagem, Estandelau iniciou sua formação no Estúdio HQ de Artes Visuais, em Belo Horizonte. Dedicou-se a estudar a linguagem dos quadrinhos e as formas narrativas seriadas em 1996. Em seguida, entre 2002 e 2004, cursou ilustração publicitária, editorial e digital na Casa dos Quadrinhos Escola de Artes Visuais, também em Belo Horizonte.

Em 2012, graduou-se em Artes Plásticas na Escola Guignard (UEMG), com Habilitação em Desenho e Fotografia. Foi residente, em 2011, no projeto “Conversas” CEIA/Fundação Clóvis Salgado. No mesmo ano, participou do “INexactly THIS” na Kunstvlaai Festival of independents – Sint Nicolaas Lyceum – Amsterdam.

Em 2013, foi selecionado como artista residente da Residência Artística JA.CA – Jardim Canadá – Minas Gerais. Em 2014, participou da Artigo Rio – Feira de Arte Contemporânea – Rio de Janeiro. No mesmo ano apresentou a mostra solo “O livro da dúvida”, no Memorial Minas Gerais Vale.

Em 2016, apresentou a mostra solo “Delírios para telas de descanso”, no Centro Cultural Sesi Minas. Em 2017, participou da Feira de Arte Contemporânea FLAC, em Belo Horizonte. E em 2018 já participou da exposição “Cisco Lasca Triz”, na galeria Dot Art, na Capital mineira.

Obra de Estandelau © Divulgação /Memorial Minas Gerais

Serviço:
Projeto Ideografias apresenta: “A natureza recombinante da ficção”, com Estandelau
Data:
12/5 (sábado)
Horário: 10h30
Local: Auditório do Memorial Minas Gerais
Endereço: Praça da Liberdade, 640 – Funcionários
Entrada gratuita
Informações:
(31) 3308-4000 | memorialvale.com.br