Widget Image
Widget Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim

Assine a nossa newsletter

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Crítica: A Noite do Jogo

Por Tatiane Barroso

Nota: 4/5

A Noite do Jogo é um filme divertido e despretensioso que funciona como um hibrido de comedia de romântica e de ação.  O filme pode ser considerado a versão cômica do thriller de David Fincher “O Jogo”, de 1997. Os diretores John Francis Daley e Jonathan Goldstein mantêm um tom positivo bem como as risadas fluindo em um ritmo constante.

O filme começa como uma comédia romântica sobre casal suburbano Annie (Rachel McAdams) e Max (Jason Bateman) que enfrentam problemas de fertilidade, mas rapidamente se transforma em uma comedia de ação com a chegada de Brooks (Kyle Chandler) irmão mais velho e bem sucedido de Max.

Max e Annie regularmente organizam uma noite de jogos com seus amigos o casal Kevin (Lamlo Morris) e Michelle (Kylie Bunbury), Ryan (Billy Magnussen),  que namora modelos do Instagram e o Gary (Jesse Plemons), um policial recém divorciado e socialmente desajeitado em sua casa. As noites de jogo geralmente consistem em jogos como Jenga, Jogo da Vida, Imagem e Ação etc.

Quando os Max e Annie recebem o irmão de Max, Brooks (Kyle Chandler), ele anima as coisa e aposta seu carro com premio no jogo de Detetive, cuja a trama é envolta em  mistério e assassinato. Mas quando seis jogadores super competitivos decidem resolver o caso e vencer, eles começam a descobrir que nem o jogo – nem Brooks – são o que parecem ser. Ao longo de uma noite caótica, os amigos encontram-se diante de reviravoltas que os guiam a um rumo inesperado.

Todos os personagens do filme são afiados e espirituosos, totalmente desenvolvidos, com seus próprios conflitos internos para superar. Bateman e McAdams são muito divertidos juntos e há uma excelente química entre os atores e seus personagens. O design de produção e bem inventivo levando o espectador a crê que estão diante de um grande tabuleiro do Jogo da Vida.

A iluminação no filme é sombria acentuando assim o ar de mistério e suspense no desenrolar da trama. Há movimentos de câmera criativos e tomadas longas, e a trilha sonora de Cliff Martinez soa como se estivéssemos assistindo realmente um filme de ação. Há algumas seqüências previsível e bem comuns nesse gênero de filme, mas não prejudica a trama como um todo.

 “A noite do Jogo” é uma comédia adulta  afiada sem ser vulgar, de tom positivo e  ótimas risadas.
Ficha Técnica
DiretoresJohn Francis Daley, Jonathan Goldstein
 
Elenco: Jason Bateman, Rachel McAdams, Kyle Chandler, Lamorne Morrise, Sharon Horgan, Billy Magnussen, Kylie Bunbury

Roteiro:  Mark Perez

Diretor de Fotografia: Barry Peterson

Montagem: David Egan, Jamie Gross, Gregory Plotkin