Widget Image
Widget Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim

Assine a nossa newsletter

[contact-form-7 404 "Not Found"]

A janela visionária de Braulio Bittencourt

Em sua recente exposição, “Paralelo Quântico”, artista plástico relaciona as obras à multiplicidade de planos para captar implicações subjacentes
Por Redação Feira Cultural

Está em exposição, até o fim de abril na P.S. Galaria, a mostra “Paralelo Quântico” de Braulio Bittencourt. Trata-se de uma coletânea de pinturas produzidas pelo artista com inspiração na temática da obra de Amit Goswami, intitulada “A Janela Visionária”. Nessas obras, o artista mergulha no universo da atemporalidade e das múltiplas possibilidades de coexistência em diversos planos. Fiel ao seu fascínio e à sua pesquisa no campo da cor e da fragmentação da luz, em Paralelo Quântico o artista aborda a tensão e o jogo entre a luz e sua ausência.

Paralelo Quântico se relaciona com a multiplicidade de planos, a coexistência de possibilidades no agora, e o artista se esforça em captar as implicações subjacentes, a reverberação de escolhas. Nas obras há portais e passagens que parecem estar a ponto de esvanecer num mundo aparentemente flutuante. Numa sobreposição de busca de essência, aliada ao desejo meio desesperado por sentido e ordem, quanticamente surge a entrega e vem a aceitação. Tudo é escolha e tudo acontece no agora. Tudo é possibilidade de conflito ou de encontro. Tudo pode se dissolver. Mas o que é mágico nas telas de Braulio Bittencourt é a sensação que predomina: leveza e paz. Isto reflete a busca filosófica e espiritual de Braulio, que singelamente explica: “Faço pintura com amor!”.

Braulio Bittencourt é artista plástico autodidata celebrando sua décima sexta exposição individual. Economista graduado pela UFMG, e mestre pela Universidade de Wakayama, Japão, além de possuir formação em Biodanza pela International Biocentric Foundation. Pinta desde os 13 anos e sempre foi um amante e estudioso da arte, tendo se aperfeiçoado na Accademia d´Arte em Florença, Itália.

Entre suas exposições individuais destacam-se as realizadas no Museu Casa dos Contos e na Galeria FIEMG, ambos em Ouro Preto, Centro Cultural Minas Tênis Clube, Assembleia Legislativa de Minas Gerais, Galeria de Arte SESIMINAS, Galeria Otto Cirne e Espaço Cultural Vallourec, em Belo Horizonte e sendo a mais recente ocorrida em janeiro e fevereiro no Centro Cultural UFSJ no Solar da Baronesa, em São João del Rei. Participou também de dezenas de exposições coletivas em Brasília, nas principais capitais do país, Nova York, Miami, Paris, Roma, Budapest, Viena, e diversas outras cidades europeias. Em 2018 ainda vai expor na Câmara Federal, tendo vencido edital, e em coletivas na Embaixada do Brasil em Londres, Amsterdã, na Holanda e no Carrousel du Louvre, em Paris.

Exposição Paralelo Quântico, de Braulio Bittencourt
Local: P.S. Galeria
Endereço: Rua Antônio de Albuquerque, 909 – Savassi
Mais informações: psgaleria.com.br